-



Randall Cabe


(...)
"Outras modas, outros idolos,
a massa, nao o povo, a massa
decidida a deixar-se corromper
debruça-se agora para o mundo,
e transforma-o, mata a sede nos ecras,
nas televisoes, horda impura que irrompe
com avidez pura, desejo informe
de participar na festa.
E instala-se onde o Novo Capital quer.
Muda o sentido das palavras:
quem até agora falou, com esperança, fica
para tras, envelhecido.
Para rejuvenescer, de nada serve
esta ofendida angustia, esta desesperada
rendiçao! Quem nao fala, é esquecido."
(...)

- Excerto de "A Glicinia"
de Pier Paolo Pasolini,
"Poesie Incivili"(aprile 1960),
traducao de Maria Jorge Vilar de Figueiredo,
Pier Paolo Pasolini Poemas Assirio & Alvim -

posted by .j. @ 8:22 da tarde, ,




..


[Hannah Starkey
The Dentist, 2003]

LisboaPhoto, aqui tao perto.

posted by .j. @ 7:02 da tarde, ,




...::


[ Fotografia de .j. - 2004 ]

Durante seis anos ela aprendeu o que significa ficar:
o que os pais faziam, e o que tudo entao faria:
uma mesa junto a uma cadeira, agora e entao.
O plural da felicidade era: nos.

Desde entao ela aprendeu o que é singular.
Ela. Uma vez metade de ti, outra vez metade de mim.

Quando tinha oito anos ja tinha dez.
Uma parte do seu rosto era meiga,
a outra mais meiga ainda. Medo de escolher
entre perder e perder.

Hoje tem apenas doze.
Quatro pais, dois verdadeiros, dois por afinidade.
Tudo acontece a dobrar:
aniversarios, ferias. Tudo é duplo, assim.
Ela ganha sempre. Aprendeu o que significa ficar:
o que os pais nao fazem e as crianças sim.


[ Herman de Coninck,
in Os Hectares da Memoria
]

posted by .j. @ 9:23 da tarde, ,




.


© Maya Goded

Mexico city. 1999. This prostitute was killed in a hotel. Her identity is unknown as she probably had to change names and papers when she started her profession.

---
[ links corrigidos, blogue a meio gás, vida a correr... ]

posted by .j. @ 2:42 da tarde, ,




Os Pássaros de Papel

E eis que chego e me encontro de novo aqui,
Tal como das outras vezes me encontrei.
Sinto o cheiro verde da relva madura,
Olho o céu azul a milénios de distância.
Tantos anos depois, caio de novo no tapete verde,
Uma auréola de trevos cerca-me a cabeça:
Nenhum é de 4 ou 5 folhas,
A sorte n?o me veio bafejar
Era afinal uma brise de vento norte
A dizer-me que a sorte se despedia, que era a morte a chegar.
Pássaros de papel vôam sobre o sono da minha imagem.
Velozes, como balas de aço, traçam linhas
Num plano paralelo acima de mim
E tecem redes complexas entre eles.
Adormeço, saio dali...
Durmo.
Abro as pálpebras... regresso aqui,
Est?o a fazer queda livre em direcç?o a mim.
Imprimem força nas asas de papel, tatuadas de palavras estranhas
E aguçam os bicos de metal incandescente.
Como penas malditas, escrevem-me a desgraça sobre a pele,
S?o os pássaros kamikaze, bombardeiros de papel,
Directos ao meu coraç?o.
Durante o último vôo das suas vidas,
Lançam projécteis, que se me enterram na carne:
Habilmente, constroem desfiladeiros de carne viva
Que deixam aparecer rios vermelhos,
Onde insectos tomam banhos de sangue.
Cai o primeiro junto do pulm?o,
Caiem mais dois, falham o alvo,
Cai um terceiro, ? terceira é de vez,
Acerta-me no coraç?o.
E assim abrem repuchos no peito,
Tingindo o céu de vermelho.
Descem as nuvens de algod?o para me curar.
Trazem dentro uma orquestra de anjos que tocam harpas
Carregam uma cama para me deitar...

posted by Bruno @ 7:37 da tarde, ,




.


[Pontos de partida - Vila do Conde, 2004]
[ Fotografias de .j.]

Tuesday

I have invented a lie.
There is no other day but Monday.
It seemed reasonable to pretend
that I could change the day
like a pair of socks.
To tell the truth
days are all the same size
and words aren't much company.
If I were sick, I'd be a child,
tucked in under the woolens, sipping my broth.
As it is,
the days are not worth grabbing or lying about.
Nevertheless, you are the only one
that I can bother with this matter.

(...)

Monday

It must be Friday by now.
I admit I have been lying.
Days don't freeze
and to say that the snow has quietness in it
is to ignore the possibilities of the word.
Only the tree has quietness in it,
quiet as the crucifix,
pounded out years ago
like a handmade shoe.
Someone once
told an elephant to stand still.
That's why trees remain quiet all winter.
They're not going anywhere.


[Anne Sexton, Letter written during a January Northeaster, in Complete Poems]

posted by .j. @ 12:30 da tarde, ,




:::.:::.:::

Para dar continuidade ao post anterior, hoje ouço "just more drugs" de Barzin.
Em simultaneo, vejo filmes dos Muffins. Recomendo apenas a dois tipos de pessoa:

-os que gostam de Muffins;
-os que gostam de filmes de animaçao ridiculos.

[aqui XXX]

posted by .j. @ 7:24 da tarde, ,




[ saudades da tv ]

Claire
You are Claire, the youngest child of the Fisher
family. You're into drugs, sex and photography.
You are drawn to bad boys; especially the
psychotic brother of your brother's fiancee.
You stick up for yourself with a fiery temper.
Hell, you put a foot in some guy's locker when
he told everyone you sucked his toes.


Which Six Feet Under Character Are You?
brought to you by Quizilla

[via bomba inteligente]

posted by .j. @ 8:35 da tarde, ,


my pet!

Apresento-vos o meu novo -e unico- animal de estimaçao. Estou a evoluir: passei do Trotsky, peixe falecido no passado mes de Dezembro, para um pinguim. Talvez um dia arranje um cao.

ps.: chama-se amarelo, porque eu olhei para ele e vi logo que era amarelo.
ps1: bem sei que este nome nao chega aos calcanhares do "Antonio Rex", mas eu nunca vou conseguir ser tao creativa. :)

[site descoberto através do Ene Coisas]

posted by .j. @ 11:02 da manhã, ,




a estrada menos percorrida

posted by Ricardo Fortunato @ 10:36 da manhã, ,




o borras é um blogue sério .2.

O Bruno enviou-me uma carta com, entre outras coisas, um folheto informativo sobre o virus HIV. No seguimento do post "o surreal ganha novo significado", eu so posso concluir que tu, B., percebeste mal a parte da escova de dentes. Posto isto, obrigada por tudo! :)

posted by .j. @ 6:13 da tarde, ,




[Dica da semana]

Eu, se nao estivesse tao longe, ia assistir ao recital de poesia do sec.XX com o actor Diogo Doria, no proximo dia 10 de Maio, as 17h30,
no Anfiteatro Nobre da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

[nao estou a mentir, ver aqui XXX]

posted by .j. @ 8:52 da tarde, ,




"Ripa na Rapaqueca"

Na quinta-feira passada, citei Jorge Perestrelo em reacçao ao golo do Sporting. Mal eu sabia que esse seria o seu ultimo trabalho na rádio.
Perestrelo morreu ontem com um enfarte do miocardio. Perdemos assim o relator desportivo que marcava a diferença pelo seu estilo muito peculiar! Com ele nenhum jogo de futebol era aborrecido...

posted by .j. @ 5:23 da tarde, ,




o borras é um blogue sério .1.

A proposito disto XXX,
há um mes e pico mesmo ao lado da National Gallery - onde as ultimas pinturas de Caravaggio nos esperavam- era mais ou menos isto o que se via:





[ Ao lado de Caravaggio - Londres, Março 2005 ]
[ Fotografias de .j. ]

posted by .j. @ 11:13 da tarde, ,




O surreal ganha novo significado

I carry the moon in my womb diz:
ola joana
I carry the moon in my womb diz:
tou na comni
.joana. diz:
ola
I carry the moon in my womb diz:
o barreiras tb veio
.joana. diz:
eu tenho um finlandes a dormir dentro da minha casa de banho
I carry the moon in my womb diz:
?
I carry the moon in my womb diz:

.joana. diz:
a serio
.joana. diz:
apareceu aqui bebedo
.joana. diz:

.joana. diz:
e entrou na casa de banho pra vomitar
I carry the moon in my womb diz:
lol
.joana. diz:
e adormeceu la
I carry the moon in my womb diz:
mas n trancas a porta?
.joana. diz:
e fechou a porta
.joana. diz:
so o ouço a ressonar
.joana. diz:

.joana. diz:
isto parece um filme
.joana. diz:
eu é que lhe abri a porta
I carry the moon in my womb diz:
n ta ninguem contigo?
.joana. diz:
eu conheço-o
.joana. diz:
está a finlandesa a dormir
I carry the moon in my womb diz:
ó q caraças...
.joana. diz:
ele pediu pra entrar e eu deixei
.joana. diz:
depois foi ao wc e ficou la
I carry the moon in my womb diz:
bem...
I carry the moon in my womb diz:
eu vou guardar esta conversa sabias?
.joana. diz:
se calhar so vai acordar de manha
I carry the moon in my womb diz:
é tao comica q nem eu estou a acreditar.
.joana. diz:
vais guardar porque?
.joana. diz:
acredita
.joana. diz:
ate vou trancar a porta do meu quarto hoje
.joana. diz:
ele pode entrar a meio da noite
I carry the moon in my womb diz:
eu acredito, mas ó joana... so tu para abrires a porta a alguem para vomitar
.joana. diz:
ó pá só a mim
.joana. diz:
é que acontecia isto
I carry the moon in my womb diz:
com qem estas? é um casal entao n é?
I carry the moon in my womb diz:
n estou muito descansado com esta merda
.joana. diz:
casal?
.joana. diz:
que casal?
.joana. diz:
eu estou a morar num apartamento
I carry the moon in my womb diz:
disseste: a finlandesa esta a dormir
.joana. diz:
com uma espaanhola
.joana. diz:
e uma finlandesa
I carry the moon in my womb diz:
feminino e antes tinhas falado num tipo
.joana. diz:
o finlandes é amigo dela
I carry the moon in my womb diz:
hum...
I carry the moon in my womb diz:
ó pá...
.joana. diz:
e eu conheço-o dele vir ca as vezes
.joana. diz:
e abri a porta
.joana. diz:
e ele foi direito ? casa de banho
I carry the moon in my womb diz:
ao menos conhececem-se...
.joana. diz:
ele nao mora ca
I carry the moon in my womb diz:
vá lá..
.joana. diz:
ja nao o via desde o inicio de fevereiro
.joana. diz:
ele tinha desaparecido
.joana. diz:
e agora está a dormir no WC
.joana. diz:
e eu ate gostava de ir lavar os dentes e tal
.joana. diz:
pá que chatice
I carry the moon in my womb diz:
lavas no lava loiça... em tempo de guerra n se limpam armas...
I carry the moon in my womb diz:
e agora? n seria melhor chamr al guem ou levar o moço ao hospital?
.joana. diz:
a minha escova ta dentro do wc
.joana. diz:

.joana. diz:
como é que eu o levo se ele está fechado no wc?
.joana. diz:
trancou-se la dentro
I carry the moon in my womb diz:
se fosse eu... era capaz de la entrar e dava-lhe porrada
I carry the moon in my womb diz:
entao chega vomita e tranca-se
I carry the moon in my womb diz:
??
I carry the moon in my womb diz:
q falatd e respeito
.joana. diz:
lol
.joana. diz:
ele pesa mais de 100 kg
I carry the moon in my womb diz:
n tou a brincar
.joana. diz:
e pratica boxe
.joana. diz:
acho que nao era boa ideia
I carry the moon in my womb diz:
olha q b~ebado n deve dar muito
I carry the moon in my womb diz:
e depois.. um taco de baseball nessas situaç?es é sempre um bom amigo
I carry the moon in my womb diz:
(ou cinto...)
.joana. diz:
lol
I carry the moon in my womb diz:
um cinto dá muito jeito devias usar mais vezes)
I carry the moon in my womb diz:
ó pa é so filmes..
I carry the moon in my womb diz:
cada vez q penso... nos e o pessoal q sconhecemos,,, somos t?o cromos...
I carry the moon in my womb diz:
e se alguém n acreditar... mando esta história por mail a toda a gente
.joana. diz:
lol
.joana. diz:
é mm coisa de filme
I carry the moon in my womb diz:

I carry the moon in my womb diz:
se calhar vou postar isto
I carry the moon in my womb diz:
depois do q fizeste com aconversa com o ric
I carry the moon in my womb diz:
vai tornar-se hábito
I carry the moon in my womb diz:
olha.
.joana. diz:
lol
.joana. diz:
diz
I carry the moon in my womb diz:
novidade: esta noite, o sporting acabou de passar a final da taça uefa
I carry the moon in my womb diz:
vai jogar na final com o cska de moscovo.
I carry the moon in my womb diz:
caí
.joana. diz:
eu vi
.joana. diz:
estava a dizer q fiz um post sobre o jogo
.joana. diz:
agora mesmo
I carry the moon in my womb diz:
o barreiras entrou no outrp computador e como liga autonmaticamente com a minha conta...
.joana. diz:
tive a ouvir o relato
I carry the moon in my womb diz:
www.borrasdecafe.blogspot.com

posted by Bruno @ 10:03 da manhã, ,




=)


"É o diabo, é o diabo, é o diabo!"

- Jorge Perestrelo, na TSF,
em reacçao ao golo do Sporting por Miguel Garcia -

posted by .j. @ 10:52 da tarde, ,




[ au au ]


[ Fotografia de Ric Fortune ]

O cao da tia do Ric chama-se Antonio Rex.

.joana. diz:
como se chama mesmo?
ric diz:
eu dizia-te
ric diz:
mas vais-te rir muito
ric diz:
é o pior nome possível
.joana. diz:
pior?
.joana. diz:
tucha?
.joana. diz:
nicky?
.joana. diz:
pantufa?
ric diz:
António...
ric diz:
... Rex
.joana. diz:
estás a gozar?
.joana. diz:
antonio rex?
ric diz:
é sério
ric diz:
terrível
.joana. diz:
bom, posso revelar aos nossos leitores?
ric diz:
podes
.joana. diz:
ehehehehe
ric diz:
mas salienta que o sobrinho
ric diz:
nao esteve envolvido na escollha
.joana. diz:
sim....
.joana. diz:
vou colocar precisamente isso

posted by .j. @ 9:02 da tarde, ,




*

Pode nao ser o melhor hotel do mundo,
mas é, com certeza, o mais original.
Apresento-vos o maravilhoso Hotel Fox:




* um destes quartos nao me vai escapar... ;)

posted by .j. @ 1:43 da tarde, ,




um bom fotógrafo por dia dá saúde e alegria .1.



Trabalho admirável, o de Alessandra Sanguinetti.
Aqui XXX.

posted by .j. @ 8:59 da tarde, ,




[ curioso ]

" Portugal, Lisboa e o caderno... misteriosos
- Em "A Noite do Oráculo" fala de um caderno portugues. Tem desses livros?
- Nao, nao tenho esses livros. Mas tinham de ser de Portugal!

- Porque?
- Porque sim. Acho que me sinto muito atraído por Portugal e Lisboa. Nao sei como explicar, mas Portugal é um local especial. É o primeiro país da Europa, o país mais ocidental. E é um pouco secreto, as pessoas nao vem aqui tanto como vao a outros países. Lisboa para mim tem uma espécie de um chamamento misterioso, que eu acho muito atraente. "

Paul Auster, Comércio do Porto
Entrevista de Susana Ribeiro
[ ver o resto aqui XXX ]

posted by .j. @ 2:16 da tarde, ,




.::.

.1. Se eu andasse por perto, ia ver o Cinema Invisível.

.2. MUITO bom, mas MESMO MUITO bom, é o trabalho do senhor Gregory Colbert.
Ver o site com MUITA atençao aqui: XXX.

posted by .j. @ 10:15 da tarde, ,




...


[ o que a noite nos fez - 2005 ]
[ Fotografias de .j. ]


E por vezes as noites duram meses
E por vezes os meses oceanos
E por vezes os braços que apertamos
nunca mais sao os mesmos E por vezes

encontramos de nós em poucos meses
o que a noite nos fez em muitos anos
E por vezes fingimos que lembramos
E por vezes lembramos que por vezes

ao tomarmos o gosto aos oceanos
so o sarro das noites nao dos meses
la no fundo dos copos encontramos

E por vezes sorrimos ou choramos
E por vezes por vezes ah por vezes
num segundo se envolam tantos anos.


[ David Mourao-Ferreira ]

posted by .j. @ 9:31 da tarde, ,